.
Onde me perco nas fantasias que me assolam a mente....

.

5 de outubro de 2008

Sonhei-te!
Sonhei que estava a passear na praia no final de mais um dia de trabalho. Sentia-me cansada, e precisava de algum tempo apenas para mim.
Sentei-me frente ao mar, e deixei que o meu pensamento desse largas à sua vontade. Pensei um pouco de tudo e de nada.
Um pouco mais longe..., estava um casal apenas abraçado a olhar também para o mar, e o meu pensamento foi de encontro a ti.
Sei que dei por mim a sorrir, mas por outro lado, a desejar que estivesses ao meu lado, assim, apenas abraçado.
O tempo passava serenamente, e eu apenas perdida nos meus sonhos.
Alguém se aproxima. Não olho.
Sinto então uns braços envolverem-me por completo e no meu ouvido o ar quente da tua voz "anda, está a ficar fresco, precisas de aquecer".
Todo o meu corpo tremeu...
Levantei-me e segui-te, apenas de mão dada.
Tinhas uma casa junto ao mar. Era linda. Entrámos, e disseste para me sentar no sofá, foste preparar uma bebida para nós. No minuto a seguir, estavas sentado ao meu lado, fizemos um brinde, tudo em silêncio, pois os olhares que trocávamos eram suficientes.
Após um sorriso, os nossos lábios encontram-se. Não posso dizer que foi um beijo meigo, pois a explosão de desejo foi muito mais forte que isso. As nossas línguas tocaram-se, os nossos corpos emanavam vontade...! Só pensava "quero-te agora"...e entre carícias e beijos..digo-te "quero-te agora".
Sorris e dizes, "espera um pouco". Fico na sala a observar-te e passado uns minutos ouço "anda, vem cá". Estavas no WC, ouvia a água a correr, e com um sorriso malicioso olhas para mim e dizes: "Anda, vem comigo. Estamos com areia". Não me lembro de tirar a roupa, apenas me lembro que estava lá dentro contigo, de olhos fechados e deixando que a água fosse testemunha das carícias que trocávamos.
A tua mão brincava com o meu peito que exigia que o beijasses. A minha língua namorava o teu pescoço e eu sentia que tremias. Como era bom...
Com o chuveiro na mão, começo a brincar com o teu corpo, ao mesmo tempo que o beijava. Fechaste os olhos e deixaste ir. Ouvi um pequeno gemido quando os meus lábios tocaram no teu sexo. Sem demoras, tomei-o. As tuas mãos acariciavam o meu cabelo, e da tua boca saiam suspiros e gemidos de prazer. Um fogo corria por todo o meu corpo, e a vontade de continuar a beijar-te sufocava-me. Como era bom sentir-te!
Então, lembro-me que me deitaste, e sorrindo dizes "deixa-me ver se tens areia também". Soltei um riso, mas ansiosa pelo que sabia que ias fazer...
A tua língua... meu corpo....todo à volta tinha deixado de fazer sentido. Sei que murmurei algo, mas nem sei bem o quê. Agarraste as minhas ancas e...que loucura! Por vezes olhavas para mim, e piscavas o olho, sorrias, deliciado com o que vias. Eu estava à beira da loucura, e isso satisfazia-te...
Então, quando a vontade já era completamente difícil de aguentar, entras em mim...
Num vai vem compassado, palavras roucas, mãos apertadas, os nossos corpos fundiam-se por completo. A excitação era muita, o ritmo ía aumentado, e frases incompletas eram ditas "quero que tu..!", "isso, toca-me fundo que...", suspiros longos...
Perdemos a noção do tempo, aliás, de tudo.
Apenas interessava o que ali se estava a passar...
Uma onda de tremores invadiu os nossos corpos, um abraço forte, um beijo louco...e um sorriso no fim.
"Adoro-te, sabias?" dizes, e através dos meus olhos tinhas a minha resposta.
Sei que ficámos assim, não me lembro o tempo que foi, mas sei que ficámos...
Sei que acordei...e dei por mim a sorrir.
Apenas disse para mim "como foi bom sonhar contigo".

3 comentários:

Francis disse...

Há sonhos que não deveriam acabar nunca, este é um deles.
Conseguiste transportar-me para dentro deste teu "sonho", ao ler-te visualizei e senti-o.
Sonhei-te acordado.
1 Beijo.

Pedro M disse...

Ohhh Desejo... como conseguirei agora adormecer após ler o teu sonho?

Um beijo

suruka disse...

Perturbador e bom q.b.

bj